Pesquisar
 
 
 
 
Alterar tamanho do texto
Cultura e Turismo
Milhares passaram pela Feira Grande de S. Miguel
    01-10-2018
    O fim de semana prometia ser de festa rija em Famalicão e assim foi. O bom tempo que se fez sentir nos últimos dias levou milhares de pessoas até à Praça D. Maria II, onde até domingo decorreu a Feira Grande de São Miguel, uma das tradições mais antigas e genuínas do concelho.
    O evento revelou, mais uma vez, ser uma verdadeira festa à volta dos produtos e dos produtores locais.

    Ao longo dos três dias foram vários os momentos de animação que recriaram os costumes de há vários séculos associados às gentes de Famalicão. Foi o caso do Mercado S. Miguel, com o artesanato, as tasquinhas e os cantares tradicionais, a Exposição de Gado Bovino e Equino, a gala equestre e a desfolhada minhota.

    “Esta festa mostra-nos bem o quanto as pessoas gostam de reviver as suas tradições e de recuar no tempo para recuperar memórias que são suas e das suas famílias. Fico muito satisfeito por ver que os famalicenses, mesmo os mais novos, acarinham cada vez mais este evento”, realçou o autarca famalicense, Paulo Cunha, em jeito de balanço.

    Refira-se que a história da Feira Grande de São Miguel leva-nos a recuar ao ano de 1205, em que por altura da atribuição do Foral de Vila Nova, El-Rei D. Sancho I ordenou “Mando também que façais feira”. Vila Nova de Famalicão continua a cumprir a ordem régia todas as quartas-feiras com a realização da feira semanal, mas há duas alturas no ano que o faz em ambiente de verdadeira festa e de valorização deste património cultural imaterial. É quando se realizam as duas Feiras Grandes anuais, também conhecidas como Feiras Francas.

    Receber Notícias
 
 
Subscrever RSS  
 
Enviar por email  
 
Imprimir  
6522 leituras
 
 
TOPO
 
   
  Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão © copyright 2018 | handmade by brainhouse